Última Atualização do site:  

13/06/2019 15:17:09

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Vigilancia em saude
Visualizada 1350 vezes
Municipio recebe recursos do Estado no programa VIGIASUS.
Quarta-feira, 30 de dezembro de 2015
 
os recursos do vigiasus veio para dar melhor qualidade no atendimento em saude publica.
 
Municipio recebe recursos do Estado no programa VIGIASUS.

O municipio de Floraí, recebeu recursos do Estado do Paraná do programa Vigiasus, com o qual fez diversas aquisições para dar sustentação aos programas de vigilancia em saude, agentes de endemias (dengue), e vigilancia epidimiologica.

Adquiriu se materiais de uso permanente : bicicletas motorizadas para as agentes de endemias, computadores, monitores, camera fotografica, uniformes e imoblizados.

A secretária de saúde Alessandra Farias, disse :" com estas aquisições e outras que haverão de acontecer, continuaremos a dar bom atendimento às politicas publicas em saúde, de nossa cidade, e com essas bicletas mototizadas, poderão os agentes de endemias desenvolveram com maior rapidez  o atendimento ao combate do mosquito da dengue, em vossas locomoções, inspeções e orientaçoes aos municipes, tambem aquisição de materiais permanentes para dar melhor condições de trabalho no gerenciamento dos programas".

 

O QUE É O VIGIASUS.

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE NO PARANÁ

3O VigiaSUS é um programa estadual que visa fortalecer e qualificar as ações deVigilância em Saúde em todos os municípios do Paraná. Previsto no Plano Estadual de Saúde 2012-2015. Os recursos disponibilizados poderáo serem utilizados pelas prefeituras nas áreas de combate à dengue e outras doenças, vacinação, investigação e controle de doenças transmissíveis, vigilância sanitária, vigilância ambiental, saúde do trabalhador e ações de promoção da saúde.


A Vigilância em Saúde passa por um processo de reestruturação e fortalecimento no Paraná, tanto no nível estadual/regional, quanto nos municípios. Como ação indelegável do poder público, a vigilância deve ser desenvolvida, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), articulada em um amplo processo de descentralização.

A Vigilância em Saúde compreende cinco áreas:
§ Vigilância sanitária (controle de produtos e serviços de interesse à saúde)
§ Vigilância epidemiológica (análise da situação de saúde, controle de doenças transmissíveis e não-transmissíveis)
§ Vigilância em saúde ambiental (água, lixo, dejetos, contaminantes químicos, vetores, zoonoses e animais peçonhentos)
§ Vigilância em saúde do trabalhador.
§ Promoção da saúde.

ESTRATÉGIAS DE IMPLANTAÇÃO

· Descentralização e fortalecimento das ações de Vigilância em Saúde;
· Implantação de incentivos financeiros para custeio e investimento aos municípios, com base em critérios demográficos, epidemiológicos e Fator de Redução de Desigualdades Regionais;
· Definição dos elencos das ações de Vigilância em Saúde em níveis de complexidade e pactuação das responsabilidades;
· Desenvolvimento de amplo processo de educação permanente para qualificação técnica e de gestão do setor;
· Estabelecimento de parâmetros de recursos humanos (equipes mínimas regionais e municipais) para cada elenco de ações da Vigilância em Saúde;
· Investimento em construção, ampliação e reformas das estruturas próprias da Vigilância em Saúde estadual;
· Criação do Grupo Gestor do Programa Estadual de Qualificação da Vigilância em Saúde - VigiaSUS.
· Definição de indicadores e metas para monitoramento do desempenho das ações de Vigilância em Saúde em nível regional e municipal.
· Articulação das ações com as organizações da sociedade civil.

COMPONENTES

O VigiaSUS é estruturado em três componentes estratégicos:

· Incentivos financeiros aos municípios para investimentos em capital e custeio das ações de Vigilância em Saúde;
· Educação permanente voltada para os municípios e regionais de saúde com cursos de atualização e pós-graduação em Vigilância em Saúde;
· Estruturação dos serviços próprios de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual da Saúde.

O VigiaSUS será utilizado como uma das referências para a pactuação das ações de Vigilância em Saúde no Contrato Organizativo da Ação Pública – COAP, a ser assinado entre o Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná e os municípios do Estado.

 

Fonte: Walter L. Bento

 
 
 Galeria de Fotos
Municipio recebe recursos do Estado no programa VIGIASUS. Municipio recebe recursos do Estado no programa VIGIASUS. Municipio recebe recursos do Estado no programa VIGIASUS.
 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 
DE SEGUNDA A SEXTA (8H-11H, 13H-17H)

Rua Pres. Getúlio Vargas, 177 - Centro

Cep: 87185-000 - FLORAI - Paraná

Fone: (44) 3242-8300

CNPJ: 75.731.000/0001-60